Fórmula para sucesso no aprendizado.
O poder do conhecimento
Dr Piotr Wozniak, setembro, 1999,

Se você achou este lugar no vasto ciberspaço da rede, provavelmente não é a pessoa certa para alguém convencer de que conhecimento é poder e que soluções para a maioria dos problemas que da humanidade poderiam ser achadas se nós estivéssemos armados com mais conhecimento de como o mundo funciona. Embora conhecimento seja poder, informação pode ser poder demais. Uma crescente proporção da população sofre de Síndrome de Fadiga de Informação, i.e. de estresse relacionado a ser sobrecarregado por um tremendo excesso de informação.

Este texto lhe apresenta os passos simples para administrar informação e adquirir conhecimento sólido como pedra. Não é nenhum milagre. Apenas uma clara e direta abordagem baseada em fatos e ciência. Dentro dos limites do possível.

Eu tenho trabalhado no problema de aprendizagem efetiva durante 16 anos desde de quando, ainda um estudante de biologia molecular, entendi pela primeira vez como grandemente poderia mudar a qualidade de todas minhas ações se fosse capaz de melhorar a lembrança do que eu estudei para exames (entre outras coisas que estudei).
Agora, eu gostaria de compartilhar minha experiência com você por uma principal razão: Eu quero ver mais pessoas desfrutando a bênção de revigorar o conhecimento. Se todos nós pudéssemos aprender e entender mais, o mundo definitivamente seria melhor para todos nós. Embora eu represente uma companhia que é envolvida na distribuição comercial de ferramentas de software e material para aprendizagem otimizada, eu garanto que depois de passar por meu curso de vinte minutos é provável que você experimente uma melhoria notável em sua habilidade de aprendizagem sem gastar um centavo!

Muitos de vocês acharão os primeiros três pontos óbvios. Por favor não deixe de ler se este é o caso.

Este é o caminho mais curto para revigorar o conhecimento:

  1. Tenha fome de conhecimento - se sua motivação por adquirir conhecimento é fraca você pode parar de ler este texto. O resto de meu conselho não vai funcionar. Sua motivação não pode ser rasa (como para passar em um exame ou se exibir em uma festa, impressionar o chefe, etc.). Você tem que achar o vínculo claro entre conhecimento e o valor que ele traz a sua vida. Você gosta de programas de ciência? Você se interessa em saber como seu computador funciona? Você surfa na Internet procurando novidades? Se sim, você provavelmente está no caminho certo. Você pode gastar mais de 30 minutos em uma atividade totalmente não criativa e não intelectual (por exemplo fofoca, revistas para adultos, preguiça, etc.)? Se sim, você pode ter um problema com aprendizado. A fome de conhecimento cresce conforme você adquire mais educação (quanto o mais você sabe mais sabe que não sabe). Assim há um remédio excelente para motivação fraca: aprenda mais e veja como pode mudar a sua vida e a dos outros. Existe uma pesquisa que mostra que motivação forte pode contar de fato mais que seu QI

  2. Identifique o do que você realmente precisa - você tem primeiro que identificar claramente as áreas de conhecimento que são as mais prováveis de influenciar seu futuro positivamente. Você não será capaz nem mesmo de arranhar o verniz da superfície dos recursos de conhecimento disponíveis no mundo em sua vida! Quanto mais cedo você perceber isto mais rapidamente alcançará o ponto ao qual verá que três pedaços bem selecionados de conhecimento podem ter um poder que dinamita uma estante inteira de livros mal escolhidos. Você precisa descobrir quanto tempo tem disponível para estudar diariamente. Só alguns poucos dispõem de mais que uma hora por dia para aprender coisas novas. Se este é o seu caso, o problema da seleção de conhecimento ainda se torna mais relevante. Olhe de uma perspectiva a longo prazo. Não fique obcecado em aprender apenas um assunto, por exemplo inglês, Excel ou economia! Para assumir uma posição responsável na sociedade, você precisará de muitos conhecimento gerais em saúde, sociologia, história, ciências naturais, etc. Só aqueles que podem enxergar o quadro por inteiro estarão bem posicionados para ter êxito nos seus esforços

  3. Localize as fontes de informação - a menos que você esteja nos seus anos de estudante, ler coleções inteiras de livros pode não ser o melhor modo para atingir suas metas. Tempo limitado pode lhe fazer preferir uma abordagem de aumentar aos poucos. Você pode estudar muitas fontes em paralelo e selecionar apenas informações de prioridade mais alta. Você descobriu o poder da Internet? Agora muitas respostas podem ser encontradas na rede. Muitas matérias como este artigo (pequeno, livre e esperançosamente, causando um impacto). Obviamente você deve manter sua rede abrangente. TV, revistas de notícias e a biblioteca ainda são insubstituíveis em muitas áreas

  4. Formule conhecimento por relembrança ativa - este é o primeiro ponto na lista que requererá alguma argumentação. A aprendizagem eficiente deve estar baseado na repetição. Caso contrário tudo que que você aprende será esquecido mais cedo ou mais tarde. Não acredite em teorias que dizem que você pode criar lembranças que duram para vida! Tudo do que você se lembra na sua vida é de alguma maneira repetido em sua memória (mesmo que você não esteja consciente da repetição). O conceito de permastore (memória indelével) só é verdadeiro se você o entende isto como recordações duradouras que duram além de seu tempo de vida esperado. Nenhuma recordação adquirida dura para sempre; como resultado, a repetição é necessária para se lembrar.

    Uma repetição efetiva deve estar baseada em relembrança ativa. Isto significa que seu cérebro precisa gerar a resposta. Não é o bastante apenas passivamente processá-la... Não basta ler que George Washington foi o primeiro presidente de EUA. Você precisa de uma pergunta! Por exemplo: Quem foi o primeiro presidente de EUA? Você ficará desapontado em descobrir que a maioria do material de aprendizagem disponível no mundo não promove nenhuma relembrança ativa! Adicionalmente, tudo que estiver baseado em relembrança ativa pode não satisfazer suas expectativas. Você gosta de fazer todos exercícios do final de um livro? Provavelmente não. A verdade dolorosa é que você mesmo terá que formular a maior parte do conhecimento. Afinal de contas, você o obterá de várias fontes: CNN, Internet, Newsweek, enciclopédias, diários empresariais, diários de ciência, etc. Estes não são adaptados para aprendendizado uma vez que são apenas fontes de informação. O tempo que gasto formulando conhecimento para relembrança ativa será recompensado várias vezes contanto que você siga os princípios desta rotina! (especialmente o Passo 2: selecionando apenas material que você precisa, e o Passo 5: repetindo de uma maneira racional). Você ainda precisará de muito tempo para aperfeiçoar a habilidade de formular conhecimento adequadamente para aprender. Você encontrará mais detalhes em
    As 20 regras para formular conhecimento no aprendizado ( e também nos mapas mentais de Tony Buzan, preecher lacunas, como lidar com enumerações, etc.)

  5. Repita o material em intervalos de tempo corretamente selecionados - este passo é o mais provável de aumentar suas habilidades de aprendizagem mesmo se for um estudante experiente! Como mencionou antes, você tem que repetir o material aprendido para realmente ter certeza que ele permanece na sua memória. O problema mais difícil a se resolver é como para corretamente selecionar o prazo para as repetições. Este problema foi resolvido para você e está imediatamente disponível através do método SuperMemo de aprendizagem acelerada (o nome SuperMemo é derivado de supermemória e não tem nada a ver com memorandos). Você pode começar a usar o SuperMemo em minutos. Você tem três opções duas das quais são gratuitas:

    Uma vez você aprender a usar o SuperMemo, permanecerá para sempre livre de preocupações sobre poder ou não se lembrar do conhecimento que você aprendeu. Em versões mais novas do software SuperMemo, você pode definir no computador até que proporção do conhecimento você quer reter em sua memória ( entre 90 a 99%)

  6. Não poupe tempo em administrar seu conhecimento - uma vez que você tiver começado a aprender usando os princípios previamente mencionados, você não deve esquecer que suas necessidades mudam da mesma maneira que o mundo a sua volta. Este fato precisa se refletir no aprendizado! Repetições do material aprendido precisam se tornar uma rotina fixa em seu dia-a-dia. Este tempo será bem gasto se você se cuidadosamente se certificar a cada repetição que o material que você está aprendendo realmente vale o tempo que você está investindo nele. Ele deve ser atualizado, útil e corretamente formulado. Você pode estar economizando 70 a 90% de seu tempo decorando, removendo ou reformulando os 5% mais difíceis do seu material de aprendizagem! A versão mais nova de SuperMemo torna possível replanejar, adiar, dispensar, reeditar ou simplesmente apagar todo o material cujo papel no processo de aprendizagem estiver mudando. Para mais informações sobre aprendizagem efetiva baseado em relembrança ativa e SuperMemo leia: Decálogo da aprendizagem

Você pode estar agora cético quanto ao procedimento acima realmente valer o investimento inicial de tempo e adaptação da sua mente para uma nova abordagem:

Eu dediquei toda minha vida acadêmica e profissional promovendo a abordagem acima e garanto resultados a qualquer um que tenha a força de vontade para tentar e a persistência para continuar.

Se você tem qualquer dúvida, por favor me escreva: Piotr Wozniak. Eu não deixei até hoje nenhum e-mail sem uma resposta

Para mais informações

Websites recomendado